Posicionamento na tribuna da câmara

Publicado em por Prof. Willian Cezar

Na sessão do dia 4 de novembro, na Câmara Municipal o vereador Willian Cezar repercutiu no plenário a reunião que teve em Seropédica, com o supervisor do Dnit, Arlei Araújo, na qual foi para tratar de assuntos que vem assolando a cidade algum tempo. Um tema foi sobre o radar do Trevo de Coroa Grande, que o parlamentar já vem encaminhando ofícios cobrando. Ele disse que saiu da reunião com a promessa de até o fim de novembro estarão instalando o equipamento na região.
Outro assunto foi sobre as três passarelas que foram pedidas para Itaguaí: uma travessia no bairro Cantão, uma no Shopping Patiomix e outro elevado no Brisamar, após o viaduto da Nuclep. Ele comentou não ter um prazo definido, pois ainda está nos tramites finais do projeto executivo.
Ainda no plenário, Willian também lembrou a questão do Arco Metropolitano, sobre a polêmica que envolve essa obra. “Destaquei nas sessões passadas que o subsecretário de Planejamento do estado garantiu que o Arco era do Dnit, sendo que órgão diz ser do governo estadual. Questionei que tem alguém mentindo para a Câmara, quando se trata do Arco”, acrescentou.
Outra temática que discursou na tribuna foi sobre um requerimento que protocolou junto com o vereador Jailson Barboza. Entretanto, o documento não pode ser votado devido ausência de outros vereadores na sessão. A medida é para que o prefeito envie para a câmara o plano de cargos e salários dos demais funcionários, pois os servidores querem seus direitos.
“Segui minha fala comentando um assunto que me deixou uma parte feliz outra triste. É que ontem à noite fiquei sabendo que o Ministério Público pediu a cassação do prefeito, mas que no meio desta polêmica muitos contratados, pais de famílias, irão perder seus empregos. Por fim, conclui dizendo que torço para essa cidade ficar livre novamente e voltar a fazer sol”, concluiu.

willian